Share
USL segue testando recurso do vídeo no futebol.

USL segue testando recurso do vídeo no futebol.

Os testes com o árbitro assistente com vídeo seguem sendo feitos no futebol norte-americano e a liga profissional escolhida, foi a USL – United Soccer League, terceira divisão na pirâmide do soccer.

Na última semana, a partida entre o New York Red Bulls II e o Orlando City B se tornou a primeira partida do mundo, de uma liga de futebol profissional, a utilizar a tecnologia ao vivo.

Como falamos em outro texto por aqui, algumas ligas testarão a tecnologia sob a supervisão da International Football Association Board (IFAB), organismo de regulamentação do futebol. São elas: A MLS, a A-League da Austrália, a Bundesliga da Alemanha e o Campeonato Brasileiro.

Os testes durarão dois anos e uma decisão sobre sua implementação será tomada somente em 2018 ou 2019.

O árbitro assistente só pode fazer uso da tecnologia em 4 situações: para verificar se a bola cruzou a linha de gol, se uma decisão da arbitragem principal foi correta ou não, para garantir que não exista nenhuma expulsão feita de forma equivocada e para prevenir que nenhum jogador tome cartão, amarelo ou vermelho, por confusão do juiz.

Para o impedimento o recurso ainda não está sendo testado.

Algumas simulações ainda serão feitas e cerca de 20 ligas e associações participarão de testes durante os próximos dois anos.

Os resultados serão avaliados e então a IFAB decidirá se sanciona o uso dos vídeos no futebol ou não.

Particularmente, acreditamos ser uma baita evolução para o esporte mais praticado do mundo.

Somos totalmente a favor da tecnologia em benefício do esporte, seja qual for a modalidade.

Em se tratando de futebol, então, concordamos totalmente.

Esperamos que os resultados sejam positivos e o recurso sancionado.

E você, o que acha?

Acredita que isso pode ajudar ou atrapalhar o futebol? Perderíamos o “espírito” do jogo, a emoção, a essência?

Fala aí!

Deixe um comentário

comentários