Share
Nos pênaltis, Revolution bate o Union e vai à semifinal da US Open Cup

Nos pênaltis, Revolution bate o Union e vai à semifinal da US Open Cup

O New England Revolution quase viu a a vaga quase escapar, mas está nas semifinais da US Open Cup. O time de Foxborough saiu na frente do Philadelphia Union, mas o adversário empatou nos acréscimos, levando o jogo à prorrogação. O 1 a 1 permaneceu no placar e, nos pênaltis, o Revolution venceu por 4 a 2. Nas semifinais, o rival será o Chicago Fire.

Os herios da classificação do time da Nova Inglaterra foram o goleiro Brad Knighton, que defendeu duas cobranças de pênalti, e o lateral Je-Vaughn Watson, que marcou o gol do Revolution no tempo normal e converteu a penalidade decisiva.

“Estamos nas semifinais e o sentimento é muito bom. Estou aqui para ser campeão. Vim para o Revolution porque é um time forte, capaz de ganhar troféus. Temos que trabalhar duro sempre. Hoje foi para os pênaltis, mas fomos recompensados pelo nosso trabalho e saímos com a vitória”, comento Watson.

O jamaicano mostrou inteligência para marcar o gol do Revolution no tempo normal. Aos 44 do segundo tempo, Watson deslocou-se rapidamente após falta na entrada da área e recebeu livre, à frente de Andre Blake para marcar.

O empate do Union veio nos acréscimos. Fabian Herbers recebeu cruzamento na área, dominou e chutou prensado, encobrindo Knighton.

Nos pênaltis, Lee Nguyen, Chris Tierney, Jose Gonçalves e Watson converteram para o Revolution, enquanto Scott Caldwell chutou para fora. Ilsinho e Herbes maracam para o Union, mas Sebastien Le Toux e C.J. Sapong tiveram suas cobrabças defendidas.

 

Foto: Twitter / MLS

Deixe um comentário

comentários